quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Rash Puf ( Pastel de Nata Vegan )




 


Aqui vai mais uma receita para os mais gulosos, Pastel de Nata Vegan, uma opção deliciosa e sem crueldade aos nossos pastéis de nata convencionais. 

Ingredientes


Massa Folhada:

200g de farinha
200g de manteiga vegan
90g de água
1 pitada de sal


Recheio:

100g de açúcar amarelo
30g de farinha de milho
2dl de leite de coco
1dl de natas vegetais
1dl de leite vegetal
casca de limão
1 colher de café de canela em pó
1 pitada de sal


Preparação:

Prepare a massa folhada (para os mais aventureiros irei colocar a receita brevemente ) ou compre já feita em loja especializada em produtos vegan. Pincele as formas com azeite e forre-as com a massa.





À parte prepare o creme juntando todos os ingredientes numa panela pequena, menos o sal. 
Leve a panela a lume médio mexendo sempre para não pegar. Deixe ferver apenas 1 minuto.
Retirar do lume, juntar o sal e mexer bem.

Verter o creme nas forminhas até 2/3 da sua capacidade. Colocar as formas num tabuleiro e levar ao forno pré-aquecido a 250º.




Deixar cozer durante 10 a 15 minutos, até que o creme apresente bolhinhas ligeiramente tostadas e a massa esteja dourada.
Retire do forno e polvilhe com Amor. :)


Esta receita dá para, aproximadamente, entre 10 e 15 pastéis, dependendo do tamanho da forma e da qualidade dos ingredientes. No meu caso deu para 12 pasteis tamanho S.



Perfeito para momentos em família ou momentos de prazer a sós.  😂






Bom apetite ❤





quarta-feira, 7 de setembro de 2016

"Queijo" Vegetal de Caju








Uma das coisas mais complicadas para quem opta por uma dieta vegetariana é deixar de consumir queijo. Esta é uma das grandes tentações dos vegetarianos, e falo por experiência própria. :)
Vou por isso começar a colocar algumas das minhas experiências de queijos veganos, começando pelo queijo de caju.
Esta versão de queijo vegetal para além de bem saborosa é também uma opção bem saudável, pois tem imensos benefícios nutricionais. 
A castanha de caju é rica em gorduras consideradas boas, as monoinsaturadas e poli-insaturadas, que diminuem o LDL (colesterol ruim) e aumentam o HDL (colesterol bom), magnésio, fósforo e zinco e por sua vez o polvilho azedo tem propriedades probióticas o que ajuda ao bom funcionamento da flora intestinal.




Ingredientes:



200g de caju

5 c.sopa de polvilho azedo

1 c.sopa de alho em pó

2 c.sopa de azeite

Flor de sal q.b.

Ervas aromáticas

Pimentão doce



Preparação:


Cubra os cajus com água e deixe a hidratar de um dia para o outro.

No dia seguinte escorra os cajus e misture-os com o azeite.

Triture com a varinha mágica até obter uma pasta homogénea.

Junte o polvilho azedo, o alho em pó, a flor de sal e volte a triturar bem.

Envolva o resultado numa gase ou num pano e deixe escorrer num escorredor dentro do frigorífico durante um dia.

Passado esse dia, retire do frigorífico e leve ao forno durante 30 minutos a 160º.

Ao sair do forno cubra o queijo com uma mistura de ervas à sua escolha e pimentão doce.

Deixe arrefecer e coma com prazer :)

Este queijo tem tendência a endurecer com o passar dos dias o que, no meu gosto pessoal, faz com que fique ainda mais interessante.

Eu decidi guarda-lo no frigorífico e durou mais ou menos uma semana, não por se ter estragado, mas porque estava tão delicioso que toda a família decidiu experimentar.





                                                                                                  Bom apetite ;)