quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Como Fazer Incensos Naturais





Vamos redescobrir a forma ancestral de fazer incensos que era utilizada pelas civilizações desde antes da idade da pedra: Com resinas, madeira e ervas.

Fazer incensos é uma forma meditativa e agradável de exercitar a criatividade. É simples, barato e desperta-nos para o prazer dos tesouros aromáticos que o planeta nos dá e à nossa conexão com a natureza. Criar receitas que saúdam o Sol nascente com um aroma limpo e revigorante, entreter os convidados com aromas exóticos, purificar espaços interiores, induzir o sono, relaxar com uma suave, harmoniosa  e calmante mistura que alivia os problemas do dia-a-dia, ou misturar aromas quentes, doces e sedutores que estimulam a sensualidade para uma noite de mistério e intimidade.

Desde antigamente que os incensos têm vindo a ser usados para criar espaços aromatizados, tanto em espaços fechados como em espaços abertos. Incensos têm sido sempre profundamente interligados com cerimonias religiosas, bem como com a prática de medicina. De facto, o primeiro relato sobre a prática de cura, registado no antigo Egipto, expõe pacientes ao fumo de incenso para curar.

Reforça a tua conexão com a natureza enquanto suaves nuvens de olíbano, mástique, styrax, madeira de sândalo, cassia, junipero ou citronela ascendem ao céu. Vamos redescobrir esta arte ancestral de como fazer incenso.



Material:

  • Plantas aromáticas
  • Goma para fazer a ligação do material
    - Goma guar
    - Goma xantana
    - Linhaça
  • varas de madeira
  • Óleos essenciais ( optativo )
  • Carvão activado ( caso não encontrem podem usar carvão vegetal )


1º Passo - Escolher os aromas

Podes encontrar a matéria prima em qualquer jardim, bosque ou em último caso em ervanárias.
Qualquer planta cujo aroma vos seja apetecível pode ser usado para incenso, desde que as partes utilizadas estejam devidamente sejas. 
As partes usadas podem ser folhas, flores, ramos, raízes ou resina. 

Deixo-vos alguns exemplos abaixo, mas podem dar largas à vossa imaginação. 


                 Ervas                    Resinas      Madeiras     
.
Cassia
Canela
Calamus root
Lirio dos charcos
Gengibre
Hyssopo
Flor de Lírio/Raiz orris ou lírio florentino
Bagas de junipero
Galhos de junipero
Alfazema
Citronela
Manjerona
Artemisia
Sementes de Abelmosco
casca de laranja em pó
Patchouli
Rosa
Alecrim
Açafrão
Salva-comum
Nardostachys jatamansi
Anis
Hierochloe odorata
Thymus
Açafrão
Baunilha
Vetiver
Jasmim

Ambar
Acacia
Âmbar
Balsamo do Peru
Balsamo do Tolu
Balsamo da Copaiba
Benzoína - Siam
Benzoína - Sumatra
Cânfora de bornel
Burgundy Pitch
Colophony
Copal-Dourado
Copal-Preto
Copal-Branco
Goma damar
Sangue de dragão
Elemi
Olíbano
Gálbano
Guggul
Ládano
Hibisco
Mástique
Mirra
Mirra doce
Pinheiro manso
Sandarac
Styrax

Aloeswood e Agarwood
Cedro
Junipero
Sândalo
Pau Santo
Pinheiro

* Alguns dos nomes estão em Inglês pelo simples facto de não saber o nome em português. 

2º Passo - Secagem dos ingredientes

Deixar secar todos os ingredientes entre folhas de jornal, ao sol, ou pendurados de cabeça para baixo presos por um fio.



Os materiais devem estar totalmente secos para poderem ser triturados e transformados em pó. 




3º Passo - Triturar todos os ingredientes

Triture as plantas e as madeiras e coloque-as em frasquinhos devidamente identificados com o nome da planta ou madeira, de modo a que este seja facilmente identificável na hora da elaboração dos incensos.

Para triturar pode utilizar um ralador, um almofariz ou um triturador de café.
Eu pessoalmente uso o triturador de café por ser mais rápido, mas deve-se ter cuidado pois este aquece podendo causar perdas nas propriedades das plantas.



4º Passo - A mistura

Misturar uma colherzinha de chá de linhaça em pó com uma colher de chá de água e misturar. Esta mistura vai ficar viscosa e peganhenta. 
Juntar Uma ou duas colheres de chá de cedro em pó e/ou outro pó à vossa escolha. 

Eu escolho cedro como ingrediente base por este conter resina, o que vai ajudar a juntar os ingredientes, mas pode escolhe pinheiro ou outra planta resinosa. 

Por fim pode juntar umas gotinhas de óleo essencial e umas raspinhas de carvão.

Juntar todos os ingredientes e formar uma bolinha. Depois da bola estar bem amassada pode dividir e formar cones ou envolver nas varas.

Depois de lhe dar forma deixar secar durante 1 ou 2 dias em dias secos ou 1 semana em dias mais húmidos.

5º Passo - Para finalizar



Por fim, depois de dos incensos estarem totalmente secos usar em ocasiões especiais ou para aromatizar o seu lar. 
Queimar a pontinha do incenso e deixar queimar. Há quem acredite que não se deve assoprar a chama do incenso, deixo isso ao vosso critério :)

Aconselho que não respirem directamente o fumo do incenso, pois pode ser prejudicial ao sistema respiratório, principalmente a pessoas que sofram de alergias.



Bons aromas :)