quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Romã - O fruto sagrado







As capacidades medicinais desta fruta já eram conhecidas desde a antiguidade, sendo em tempos consagrada à Deusa Afrodite, por se acreditar nos seus poderes afrodisíacos.

História e curuosidades:

A romã é uma infrutescênca da romãzeira (Punica granatum), árvore originária do mediterrâneo oriente e médio oriente, mais especificamente da Ásia Menor. Nativa e domesticada no Irão (Antiga Pérsia). Cultivada no mediterrâneo, sendo Israel, um de seus grandes produtores. É uma planta que se adapta a climas tropicais e subtropicais, até  no semi-árido.
O maior exportador de romã é a Espanha; Turquia e Tunísia produzem também. O maior comprador mundial é a Inglaterra, sendo usada principalmente, em zonas de mineração, uma vez que a fruta é benéfica mediante a contaminação de metais pesados.

Benefícios da romã:
Os benefícios da romã são inumeráveis, para além de ser saudável, abundante em água, ter baixa quantidade de gorduras e pouquíssimas calorias, esta fruta é também deliciosa!



  • Rica em potássio, cálcio, ferro e fósforo. 
  • Tem ainda, minerais como, magnésio e sódio. 
  • Também possui vitamina A, tanino e vitaminas do complexo B, como a B6, e ácido pantaténico, e ainda, vitamina C, E, e é composta de carboidratos, água e proteínas. 


Composição nutricional (Em 100 gramas):

 62 calorias; proteínas: 95 gramas; carboidratos: 17,17 gramas; vitamina C: 6,1 mg; fibra: 0,2 grama; Provitamina A: 3,5 mcg; Cálcio 8 mg; magnésio: 3 mg.

Para além destas qualidades, esta fruta é rica em ácidos fenólicos e também em flavonóides, compostos antioxidantes responsáveis pela cor avermelhada e pelo seu sabor inigualável. Esta fruta é ainda anti-inflamatórias, anti-virais e anti-tumorais, ajudando assim no tratamento de diversas doenças. 
A romã é capaz de neutralizar quase duas vezes mais radicais livres que o da casca da uva (sumo de uva e derivados), e sete vezes mais que o chá verde. Ou seja, é poderosíssima contra o envelhecimento.
Ajuda a baixar a pressão arterial, e é anti-bactericida. É excelente como tratamento de acne e rejuvenescedor da pele. Contém catequinas, que são mestres em neutralizar radicais livres. A Romã tem betasitosterol, um fitoquímico que ajuda a diminuir os efeitos do cortisol, hormona que provoca gordura abdominal. Como se fosse pouco, ainda tem acção anti-inflamatória, o que significa menos celulite, visto que combate a inflamação das células e melhora a circulação sanguínea. A romã ajuda ainda o fígado a libertar toxinas, deixando-nos mais resistentes a infecções urinárias. 
O sumo concentrado, a polpa e a casca da romã contêm propriedades que retardam o envelhecimento, e existem pesquisas, que atestam que a fruta pode apresentar substâncias que até levem a cura de doenças graves e crônicas como HIV e câncro. E parece ser tão bom tanto para a prevenção quanto para o tratamento. 
Os benefícios citados, claro, só aparecem com o consumo frequente da fruta. O recomendado é que se beba 1 copo todos os dias. 

Contra indicações:
As partes medicinais utilizadas da romã são as sementes e a casca da infrutescência, o tronco e a raiz ta árvore. Estas partes devem ser utilizadas com precaução, pois existem relatos de intoxicação devido à alta concentração de alcaloides e à possivel complexação destes com os taninos da raiz.
É preciso ter cautela com riscos de intoxicação por superdosagem da romã. Nas infusões, não deve ser consumida mais do que 1/4 da casca da fruta. Sua ação é potente para atacar bactérias causadoras das infecções, mas substâncias contidas na fruta, também podem agredir a mucosa intestinal, além de causar paralisia temporária.
Os primeiros sintomas de uma intoxicação são alterações visuais, vertigens e vómitos.
Usos:
Os seus bagos podem ser ingeridos ao natural, ou pode fazer sumo deles.
Se preferir, pode salpicar os grãos inteiros nas saladas verdes ou de frutas, para deixar a salada colorida, diferente e mais rica em nutrientes.
Pode ainda fazer molho de romã para temperar saladas.

Para mais receitas veja aqui.




Se tiver um jardim, vale a pena plantar a árvore. Esta é muito facilmente de cultivar, bastando para tal colocar sementes num vaso com terra. Até mesmo em vasos de plantas perto da janela, com um pouco de sol, o pé de romã se desenvolve bem. Sua versão em bonsai é muito popular,  uma ou mais vezes ao ano se enche de pequenos frutos.

Sem comentários:

Enviar um comentário